sexta-feira, julho 11, 2008

Um dia atípico.


Era para eu deixar este post uns dois dias atrás, mas tive que deixar para depois e parece que acabei dando sorte. Ontem foi um dia surpreendente, começou com a decepção de ver o SFT mais uma vez liberar um criminoso de colarinho branco e terminou com o dito cujo voltando para cadeia. Nada para me empolgar, afinal de contas, Pitta e Nahas estão picando a mula enquanto digito estas palavras.

Vejam só que eu estava escrevendo ontem:

De vez em quando no Brasil tem aqueles dias de "enganar o bobo", onde o poder público prende alguém importante só pra mostrar serviço. Tipo quando derrubaram o Collor, ou quando prenderam o Luís Estevão, o juiz Lalau, o Sérgio Naya, o Cacciola (na primeira vez...). A lista é tão grande que a gente a gente até pensa que o Brasil tem uma justiça que funcione. Mas o pouquíssimo tempo que estes sujeitos passaram na cadeia na verdade só demonstra o contrário.
Mas caramba, ontem eles exageraram! Três de uma vez? Um ex-prefeito de São Paulo, o outro, o cara que quebrou a Bolsa de Valores do Rio de Janeiro e terceira pessoa, simplesmente Daniel Dantas. Simplesmente o empresário mais polêmico e poderoso dos últimos tempos.

A prisão de Dantas gerou algumas reações estranhas. Dantas preso? Pau no Nassif! É,tinha gente que ficou transtornada, querendo mandar o coitado pra cadeia. O crime do Nassif? Sei lá, talvez ele seja delegado da Polícia Federal.

Agora, mudando um pouco de assunto e falar duas coisas sobre Nassif. Primeiro, Nassif começou a série de reportagens contra a Veja a mais de seis meses, a única "acusação" que seus detratores tem é que ele tem um empréstimo que foi renegociado com o BNDES. Ponto, é só isso. Vocês vão me desculpar, mas se depois deste tempo todo uma dos maiores grupos midiáticos do país não conseguiu achar uma fraude, uma garantia ao empréstimo por exemplo que não existisse, enfim, qualquer coisa fora do fato que uma dívida de Nassif que foi renegociada, então é que a coisa está mesmo feia pra Veja. Segundo, se ter dívida renegociada com o governo é motivo para uma pessoa achar que um jornalista ou veículo de comunicação não possuem mais credibilidade, então, na minha opinião esta pessoa ou é ignorante ou é uma pessoa de má-fé. Será que essa pessoa não sabe, ou talvez não queira que os outros saibam, a quantidade de dívidas que po exemplo a Globo e o Grupo Abril tem com o imposto de renda? Ou com ICMS? Previdência Social então meu deus do céu! Se para renegociar estas dívidas fosse corriqueiro o governo querer que estes grupos sacrificassem sua independência, estes teriam entre seus empregados Mirian Leitão, Diogo Mainardi ou Reinaldo de Azevedo? O governo iria se arriscar só para controlar o Nassif? Caramba, que maluquice...

A reaçada acusou o golpe. Reinaldinho ficou histérico, xingou, mandou prender o Nassif, anunciou que foi instaurado o totalitarismo soviético no Brasil, babou pra valer. E lógico, passou pela humilhação de parabenizar Gilmar Mendes (O facilitador? Facilidades no STF? Facilidades?) por soltar Daniel Dantas. E isso foi a cereja do bolo, ver o que é preciso acontecer para ver essa cambada defender direitos humanos. Um dia depois da polícia ter metralhado um carro com uma família desarmada no Rio de Janeiro e matar um menino de três anos, tudo com o que essa cambada (deputados, senadores e jornalistas inclusos) se preocupava era com as algemas!! Que contraste hein? Um país que é corriqueiro em ver em qualquer jornal desses Datenas da vida que passam de tarde um monte de pé rapado algemado, bastou algemar um cidadão-de-bem pra esse povo se preocupar com violência policial. E só debatem isso agora, a porra das algemas. Eu não sei como é que eu ainda me surpreendo com estes dementes. É impressionante a capacidade dos reaças em se mostrarem sabujos para qualquer um que possa de dar algumas migalhas.

-X-

Idelber fez um ranking sobre o episódio. Imperdível como sempre.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home